Saúde 8 minutos de leitura

As partes do cérebro: A anatomia do cérebro humano

by Gustavo Mancinelli September 22, 2019

O nosso cérebro é sem sombra de dúvidas o órgão mais misterioso e fascinante do corpo humano.

Se pensarmos bem, as partes do cérebro formam um emaranhado de regiões que funcionam como departamentos de uma empresa.

Assim, cada uma dessas áreas controla uma ou mais funções específicas do nosso corpo. 

Antes de avançarmos mais neste artigo, permita-me que responda já de forma sucinta à questão que provavelmente tem na sua cabeça:


Quais são as partes do cérebro humano?

Dependendo da análise, as partes do cérebro são divididas em parte de cima e de baixo, e ainda em lado direito e esquerdo. É composto pelo Córtex Pré-Frontal, Córtex Parietal (Anterior e Posterior), Córtex Auditivo, Amígdala, Hipocampo, Lobo Occipital, Giro Fusiforme, Cerebelo e Tronco Encefálico.


Já se assustou com os nomes? Calma, já explico mais à frente cada um deles.

Portanto, como você já sabe, sem ele, além das óbvias tarefas mais primitivas como comer e respirar, não poderíamos controlar emoções, lidar com ansiedades, memorizar informações do dia a dia e muito mais.

Como você deve estar pensando, seria impossível viver em sociedade.

Nosso cérebro é o melhor brinquedo já criado: nele se encontram todos os segredos, inclusive o da felicidade.

Charles Chaplin

A anatomia e os estudos acerca de as partes do cérebro humano evoluíram muito com o passar do tempo. Isso não é segredo.

Durante anos, pesquisadores relataram diversos fatos evolutivos do nosso cérebro, como principal, o aumento de suas proporções, que chega hoje a três vezes o do chimpanzé. 

Ainda há bastante discussão de como se deu isso, mas, segundo um dos estudiosos da Universidade de Harvard, Richard Wrangham, um dos aspectos que mais impulsionou esse crescimento das partes do cérebro foi cozinhar os alimentos e, assim, maximizar o consumo energético.

Abaixo, começaremos a ver algumas partes do cérebro e suas funções.

a anatomia do cérebro humano

A anatomia do cérebro humano


  • Córtex Pré-Frontal: região cerebral associada ao planejamento dos comportamentos cognitivamente complexos e à expressão da personalidade. Esta é a parte do cérebro responsável pela nossa racionalidade;
  • Córtex Parietal Anterior: recepção de sensações, como o tato e a temperatura;
  • Córtex Parietal Posterior: analisa e interpreta as sensações recebidas pelo anterior, situando-nos no espaço e permitindo-nos, por exemplo, reconhecer um objeto pelo tato;
  • Córtex Auditivo: como o nome sugere, responsável pela interpretação dos sons;
  • Amígdala: interpreta emoções, em especial, as mais primitivas como o medo;
  • Hipocampo: armazenamento de memórias, em especial, longo prazo;
  • Lobo Occipital: processamento de informações e estímulos visuais;
  • Giro Fusiforme: existem imprecisões acerca das funções específicas, embora haja consenso de que algumas delas estejam relacionadas a reconhecimento de palavras, de rostos, corpos e cores;
  • Cerebelo: coordenação dos músculos esqueléticos em nível inconsciente;
  • Tronco encefálico: recebe informações sensitivas de estruturas cranianas e controla os músculos da cabeça, conectando-se à medula espinhal;

Existem diversas divisões e partes do cérebro, em diversos níveis, das regiões cerebrais. Mas, aqui, você já começa a enxergar os “departamentos” do cérebro humano. 

Então, o mesmo cérebro que controla as emoções, controla também aspectos racionais.

Você já deve ter escutado algo sobre o lado esquerdo e lado direito do cérebro. Mas, antes de entrarmos nessa linha, traremos uma outra visão, do psicólogo americano Stephen Sosslyn, nomeadamente cérebro de cima e cérebro de baixo

parte de cima e parte de baixo do cérebro

Parte de cima e parte de baixo do cérebro


Stephen Kosslyn trouxe uma nova abordagem sobre como “deveríamos” dividir as partes do cérebro e, assim, concluir se uma pessoa era mais lógica ou mais criativa.

Na visão dele, deveríamos traçar um “corte” horizontal, o que deixaria  “dois cérebros – ou as partes do cérebro” – e que permitira que cada pessoa tivesse mais desenvolvida até quatro possibilidades diferentes: parte de cima, de baixo, ambas ou mesmo nenhuma.

Com isso, segundo o autor, teríamos os seguintes tipos de pessoas:

  • Condutor → é o líder, o planejador. Essa pessoa utiliza muito ambas as partes do cérebro (de cima e de baixo);
  • Observador → essa pessoa, geralmente quieta, consegue notar perspectivas que passam despercebidas pela maioria das outras. É o utilizador das partes do cérebro superiores;
  • Estimulador → é a pessoa que “pensa fora da caixa”, criativa. Esse é o utilizador, principalmente, das partes do cérebro inferiores;
  • Adaptador → é a pessoa com forte capacidade operacional, especialmente em grupos, ainda que não tenha boas habilidades de planejamento e de liderança. É o usuário que faz pouco uso das partes do cérebro, de cima e de baixo;

Mas, e a divisão das partes do cérebro em direita e esquerda?

Conforme veremos a seguir, ela também existe e ambas são modos embasados em pesquisas, para melhor mapear as áreas cerebrais.

o lado direito e o lado esquerdo do cérebro

O lado direito e o lado esquerdo do cérebro


Nesse cenário, mais popular, temos a divisão vertical do nosso cérebro, apontando que o lado esquerdo é aquele que controla, basicamente, os processos mais racionais e lógicos.

O direito, por outro lado, é o responsável pela criatividade de uma pessoa.

Assim, um indivíduo que faça mais uso de uma das partes do cérebro, consequentemente, terá características relacionadas a essa área mais desenvolvidas.

Evidentemente, tal qual uma empresa aprimora constantemente as técnicas e esforços de seus departamentos, o nosso cérebro também pode ser treinado.

Existem várias dicas que podem ser praticadas para melhorar a sua exploração da capacidade cerebral que temos, seja o lógico, seja o lado criativo.

O cérebro humano desperta muitas curiosidades. Assim, antes que você se faça mil perguntas, vamos trazer algumas delas aqui:

  • 75% do nosso cérebro é composto por água;
  • O peso dele é de cerca de 1,5 kg;
  • Existem, nele, entre 80 e 100 bilhões de células nervosas;
  • Mesmo em repouso, o cérebro humano produz energia suficiente para acender uma lâmpada de 25 watts;
  • Em nossos primeiros anos de vida, entre 700 e 1000 novas conexões cerebrais são criadas por segundo.

Agora que você já sabe as habilidades relacionadas a cada lado do cérebro humano, perguntamos:

Quais partes do cérebro você explora mais: direita ou esquerda? Você é uma pessoa criativa, racional, ambas?

Responda nos comentários e vamos descobrir se temos mais amigos leitores que utilizam as partes do cérebro esquerdas ou a direitas!

 


Você pensa que é tarde para melhorar a sua memória? Ou será que acredita que já nasceu com uma má memória (e que nada há a fazer)?

Bem, se você pensa isso, você está bem enganado e nós vamos provar isso para você!

Não existe uma boa ou má memória. Existem memórias treinadas e memórias com falta de treino.

Pois bem, se você não treinar o seu cérebro, é mesmo isso que vai acontecer!

Jim Kwik, o treinador de cérebros mais famoso em todo o mundo, acredita que pode melhorar o potencial cerebral de qualquer pessoa, aumentando a capacidade de aprender e reter informação nova.

Na sua Masterclass Supercérebro desenvolvida com a Mindvalley, Jim vai partilhar técnicas simples mas incríveis para melhorar a sua capacidade de memorização.

Se você procura desenvolver o seu cérebro, ler mais rápido e melhorar a sua memória, participe nesta masterclass gratuitacom o treinador de cérebros número 1 do mundo, Jim Kwik

Onde você irá:

✅ Aprender exercícios para melhorar a sua memória e aumentar a sua velocidade de leitura;

✅ Diminuir, ou mesmo acabar, com a sua procrastinação;

✅ Conhecer o verdadeiro potencial do seu cérebro, que durante muitos anos tem estado adormecido.

Para participar nesta Masterclass gratuita e alcançar todos estes benefícios, basta preencher o formulário:

test
Descubra os 10 truques mentais para aprender mais rápido, esquecer menos e desenvolver rapidamente a sua memória.

Escolha uma data e hora para sintonizar a transmissão na sua hora local:

Artigos e tutoriais sobre Liés