Saúde 18 minuntos de leitura

Hipnoterapia: Saiba o que é e quais são os seus benefícios

by Gustavo Mancinelli October 12, 2019

A hipnoterapia ainda é um assunto pouco conhecido por muito de nós. 

Um dos motivos que explicam tantas dúvidas acerca do tema é o constante uso da hipnose em programas televisivos, onde vemos espetáculos bizarros em que sujeitos a utilizam para fazer com que outras pessoas executem comportamentos antinaturais, como imitar galinhas e sons de outros animais.

A verdade sobre a hipnoterapia, no entanto, é bastante diferente disso. Ainda que existam alterações no estado de consciência da pessoa que passa por uma sessão de hipnoterapia, ela está longe de ser uma prática mágica e infundada que permita a alguém ganhar o controle inequívoco sobre o comportamento de outra pessoa.

Ainda assim, quando associada às práticas corretas e realizada por profissionais competentes, a hipnoterapia pode mudar a vida de pessoas, viabilizando, inclusive, a abundância na mente e nas crenças de quem a ela se submete.

Aliás, você já imaginou se a sua vida tivesse abundância em todos os momentos?

Segundo Marisa Peer, uma das oradoras da Mindvalley, “abundância é ter tudo em todos os momentos”. Isso significa ter uma mentalidade que não (re)vive nenhum tipo de bloqueio que nos foi ensinado sobre qualquer assunto.

Trata-se de, verdadeiramente, estar livre de pensamentos antigos que restringem o nosso potencial em diversas áreas da vida, como o amor, o sucesso, o dinheiro e, até mesmo, a saúde.

Imagine o que você poderia alcançar se acreditasse, do fundo de sua mente e alma, que pode e que vai conquistar absolutamente tudo o que quer, quando quiser. Parece fantástico, não é?

E é fantástico. Mas, não é nenhuma mágica ou ritual sobrenatural, pois conforme veremos neste artigo a hipnoterapia pode ser a solução.

Iremos então falar sobre:

Vamos então começar.

Onde não há necessidade reside a abundância!

– Yona Zaidan

Hipnoterapia: O conceito

Hipnoterapia: O conceito


A American Psychological Association pontua que a hipnoterapia é uma forma de terapia utilizada para reprogramar o subconsciente de uma pessoa. Quando uma pessoa está sob efeito da hipnose, ela é colocada num profundo estado de aprendizagem, o que a torna mais suscetível a sugestões do profissional que a acompanha.

Em outras palavras, é uma forma de atingir pensamentos e lembranças que temos e que impactam nas nossas vidas, trazendo consequências que podem ser físicas ou psicológicas, mas que, ainda assim, parecemos não ter a capacidade de identificá-los em estado de consciência normal.

Portanto, a hipnoterapia é o uso da hipnose com o intuito de acessar os níveis mais profundos da mente de uma pessoa, melhor entender como os pensamentos daquela pessoa funcionam e, assim, fazer mudanças neles. É assim, uma ferramenta da psicologia.

A hipnoterapia tem uma história curiosa acerca de seu descobrimento e desenvolvimento, em que suas técnicas foram comprovadamente aceitas, ainda que, naquela época, seu uso tenha sido para um propósito cientificamente errado.

A origem da hipnoterapia


Embora haja registros de hipnose utilizada como terapia desde a Índia, China, Egito e Grécia antigos, o marco inicial da história da hipnose é na região da Mesopotâmia, em 3.500 A.C., onde foram encontrados os primeiros registros do uso de técnicas hoje associadas à hipnose.

Mais tarde, o médico alemão Franz Mesmer, defensor de que havia um magnetismo ou fluído universal capaz de influenciar a saúde do corpo e da mente humana – teoria posteriormente comprovada como imprecisa – utilizava uma espécie de hipnoterapia para atingir resultados que outros médicos eram incapazes, naquele momento.

Nessa época, a hipnose era associada a um estado do sono, o que também já foi desmentido pela ciência mais moderna. Quanto a nomenclatura, inclusive, James Braid – um médico escocês – cunhou o termo hipnotismo em 1842, valendo-se da palavra grega “hipnos”, que se traduz para sono.

James Braid foi o responsável por importantes descobertas acerca da hipnose, como a desassociação dela a um hipotético magnetismo ou mesmo à condição de sono. Ele também descartou parte do método da época que envolvia o cansaço visual ou a fascinação, visto que podia hipnotizar pessoas com pouca visão e, até mesmo, cegos.

Esse ponto foi crucial para o desenvolvimento da prática da sugestão – a verbalização.

Nos dias atuais, a psicologia reconhece a hipnoterapia como uma terapia auxiliar em tratamentos psicológicos, normatizado em muitos lugares do mundo, conforme aponta resolução do próprio Conselho Federal de Psicologia do Brasil.

Desse modo, como veremos a seguir, existem momentos e situações em que a hipnoterapia apresenta grande capacidade de impacto e a sua utilização passa a ser muito explorada pela psicologia.

O uso da hipnoterapia

O uso da hipnoterapia


A hipnoterapia é comumente utilizada por profissionais capacitados no auxílio do tratamento a diversas doenças funcionais, ou seja, aquelas que não apresentam lesão ou dano a um órgão específico, das quais se sobressaem:

  • Neurológicas: depressões, cefalias e vertigens;
  • Digestivas: gastrites, halitoses, dispepsias e obstipações;
  • Respiratórias: asmas, rinites, roncos e apneias;
  • Sexuais: impotência psicológica, diminuição da libido e ejaculação precoce;
  • Dermatológicas: alergias e doenças de pele associadas ao emocional;
  • Cardiovasculares: hipertensão arterial e determinadas arritmias;

É importante salientarmos que cada caso é único e que esses são exemplos de enfermidades que poderiam ser abordadas com o uso da hipnoterapia por um profissional.

Vista uma utilização tão ampla da hipnoterapia atual, trataremos agora dos reais benefícios que ela pode trazer às pessoas.

A depressão comprime as emoções, tornando-as insolúveis. A hipnose descomprime as emoções, tornando-as solúveis.

– Henrique de Azevêdo

Os benefícios da hipnoterapia


A hipnoterapia, como mostramos, pode ser amplamente utilizada, de acordo com as necessidades do paciente e o que se busca. Desse modo, a depender de cada cenário, diversos benefícios podem ser colhidos de sua prática.

Elencamos, assim, alguns benefícios que podem ser obtidos com o auxílio da hipnose, que vão além do combate a doenças:

  • Confiança: é comum que problemas de insegurança muito intensa tenham associações ao psicológico de cada um. A hipnoterapia permite acessar mais facilmente os eventos que desencadeiam esse problema, possibilitando revê-lo sob uma nova ótica e, assim, otimizar o tratamento.
  • Autoestima: parte considerável de nossa autoestima se relaciona a como nos vestimos, como nos portamos e mesmo como outras pessoas nos enxergam. No entanto, muitos bloqueios primitivos podem ser descobertos com o poder da hipnoterapia e, assim, resolvidos.
  • Gatilhos: muitas emoções e sentimentos são gatilhos para hábitos prejudiciais que temos, como fumar ou beber exageradamente. A hipnoterapia permite que reconheçamos essas emoções e que quebremos o vínculo delas a determinado hábito nocivo.
  • Sono: o sono, segundo o hipnoterapista americano clínico Kelley T. Woods, é majoritariamente controlado pelo subconsciente. Ele afirma que “tentar utilizar pensamentos conscientes para resolver esse tipo de problema é como tentar mudar o comportamento de uma empresa indo ao recepcionista – você precisa de acesso ao CEO.”.
  • Superação: mortes de entes queridos, cenas de violência e mesmo episódios em que fomos vítimas de atitudes negativas podem nos marcar e desenvolver medos e ansiedades. A hipnoterapia também pode ser utilizada para fazer com que superemos esses desafios e saibamos lidar melhor essas emoções.

A lista de benefícios trazidos pela hipnoterapia é longa, já que acessar o nosso subconsciente é uma ferramenta muito valiosa, dado o controle que ele tem sobre tantos aspectos de nossas vidas.

Esse grande poder fez com que diversos países a consagrassem como uma terapia, ou como um tratamento reconhecido como auxiliar de tratamentos psicológicos.

Reconhecer tudo que você já tem de bom na vida é a base de toda abundância.

– Eckhart Tolle

Como é uma sessão de hipnoterapia?

Afinal, a hipnoterapia é uma terapia?


De certa forma, a resposta para isso é depende

Isso porque alguns países já regulamentaram a hipnose a serviço da psicologia: a hipnoterapia. Entre esses países, estão Brasil, Austrália e o Reino Unido.

Em outras nações, como em Portugal, a hipnose ainda não é considerada uma especialidade hospitalar. Mas, existem cursos que capacitam técnicos com protocolos de relaxamento, visualização/imagética e conversacionais orientados para o equilíbrio e bem-estar mental, em moldes formativos certificados.

Isso permite que a hipnoterapia seja praticada com o respectivo acompanhamento de um psicólogo ou profissional capacitado para exercer a prática.

De forma simplificada, podemos entender que a hipnoterapia é um conjunto de técnicas que podem auxiliar e, em alguns casos, resolver problemas de diversas ordens, que ampara outras tantas terapias do segmento da psicologia.

Essas técnicas, em sessões de hipnoterapia, são conceituadas em algumas etapas, que é o que veremos a seguir.

Como é uma sessão de hipnoterapia?


Segundo a psicóloga e hipnoterapeuta Cris Carvalho, a estrutura da hipnoterapia se dá em cinco grandes etapas:

  1. Entrevista: o intuito é estabelecer uma relação de confiança entre o profissional e o paciente, de modo a permitir que os objetivos da terapia sejam alinhados e as eventuais dúvidas sejam sanadas. A partir desta etapa, dá-se a elaboração da terapia em si.
  2. Indução ao relaxamento: o paciente é induzido a um estágio pré-transe mais intenso, de olhos fechados, com o intuito de se acalmar e se preparar para o estágio em que se conecta ao subconsciente.
  3. Aprofundamento: nesta etapa, o subconsciente é acessado, deixando o filtro crítico consciente desativado. Isso permite que a pessoa entenda seus bloqueios sob outra perspectiva e dá base ao terapeuta para ingressar com as sugestões de mudança comportamental.
  4. Sugestões: esta é a etapa terapêutica em si. O profissional oferece sugestões acerca de mudanças comportamentais discutidas ainda na fase de entrevista. É importante ressaltar que o paciente não está dormindo ou fora do controle do que acontece. Está apenas em um estado mental mais profundo – o subconsciente.
  5. Saída do transe: é a saída lenta e gradual do estado de transe, ou seja, a reativação do filtro crítico. A sessão é finalizada com uma espécie de despertar e uma conversa acerca do processo.

Os procedimentos, durações e intuitos da hipnoterapia podem variar de acordo com cada caso, mas a base do tratamento é a supramencionada. Esse passo a passo e o conjunto de técnicas nele empregado podem, como mostramos, mudar o patamar de vida de uma pessoa.

Lembra do começo deste artigo, onde falamos sobre a abundância e como ela pode ser incorporada na vida de qualquer pessoa com a ajuda da hipnoterapia?

Para finalizar o conteúdo, vamos fazer essa associação e mostrar como a hipnoterapia pode trazer tudo que você quer, sempre que você quiser.

A hipnoterapia a e abundância: Tenha tudo o que você quer, sempre que quiser

A hipnoterapia a e abundância: Tenha tudo o que você quer, sempre que quiser


Marisa Peer traz em uma palestra a seguinte definição para a abundância: “Abundância é ter tudo, o tempo todo.”.

Segundo a autora, isso engloba as mais diversas áreas de nossas vidas, seja a busca pelo sucesso profissional, o amor, a saúde, ou mesmo a superação de alguma crença que nos faça mal.

Isso ocorre porque nós viemos ao mundo com uma mente abundante, ou seja, programada para acreditar que podemos ter tudo que queremos, quando quisermos. Um exemplo dado por Marisa Peer é o choro da criança.

Um recém-nascido não se preocupa com a mãe ou com o pai quando quer alguma coisa, simplesmente chora copiosamente até que a sua vontade seja realizada. Isso porque ele está programado com uma mente abundante, que realmente traz o que ele quer, sempre. 

À medida que o tempo se passa, ainda crianças, recebemos uma grande quantidade de informações que vão remodelando a nossa programação mental.

Certamente, você já escutou quando criança, uma das seguintes afirmações:

  • Ninguém te ama mais do que a mamãe.
  • É impossível alguém te amar mais do que eu.
  • Nós não temos dinheiro para isso.
  • Somos pobres ,nunca poderemos comprar algo assim.
  • Assim, você nunca irá aprender matemática.

Pois bem, a sua mente assim se programou, exatamente de acordo com as informações que ela recebeu num estágio bem cedo – criança – de formação. 

Nós, seres humanos, sempre recorremos a situações em que nos deixem seguros. Isso faz com que o nosso cérebro trabalhe sempre com associações com experiências que sejam familiares para nós. 

Desse modo, num exemplo do amor, sempre teremos dificuldades em acreditar que alguém realmente nos ama de forma profunda, pois fomos programados, em algum momento confortável, há muito tempo, a acreditar que isso era impossível.

É onde entra a hipnoterapia. Ao acessar o subconsciente – o nível mais profundo – é possível rever essas cenas e, com a ajuda de sugestões de um profissional qualificado, desassociá-las da verdade. É, de fato, uma reprogramação mental.

Marisa Peer propõe que os passos para acontecer isso são:

  • Investigar: a partir de perguntas-chave, chega-se as memórias que temos e às quais recorremos, sempre que determinada situação está à nossa frente.
  • Interromper: o vínculo que cremos ser verídico é desfeito com afirmações que invalidam aquela impressão anterior que tivemos. Um exemplo é trazer ao subconsciente a noção de que quem acreditava naquilo tinha cinco anos, e não é mais a mesma pessoa que você é hoje.
  • Instaurar: coloca-se aqui, por meio de sugestões e afirmações, novas visões dos fatos, uma crença positiva e que efetivamente permite que a sua mente volte a acredita na abundância disponível para você – tudo, o tempo todo.

O desfazimento e a substituição da programação mental obsoleta e enganosa faz com que a nossa mente passe a reafirmar que, de fato, podemos ter abundância em qualquer que seja a área desejada, inclusive em todas elas.

Você já parou para pensar como seria uma vida em que você pudesse ter tudo, o tempo todo?

Agora, você sabe que muito além de curar doenças e superar traumas, a hipnoterapia pode ser uma ferramenta robusta para trazer a abundância e o sucesso que tanto almejamos.

Já fez sessões de hipnoterapia? Como você traz a abundância que deseja para a sua vida?

Deixe as suas práticas e ideias sobre isso nos comentários. 


O poder de dizer “Eu sou suficiente"

Se você tem dúvidas sobre si mesmo, é porque certamente não acredita nos seus próprios talentos e capacidades. Mas o verdadeiro problema vai bem mais longe, está “mais enterrado” no seu ser do que você pode pensar.

Falta de acreditar em si mesmo, na sua essência, está ligado a um sentimento de falta de aceitação.

As dúvidas que tem sobre si podem se manifestar de diversas formas, mas a origem está muita vezes ligada a um fator. Os traumas que sofremos enquanto crianças e que o nosso subconsciente não nos deixa esquecer.

A pergunta à qual você busca resposta é: Como posso me livrar para sempre destes pensamentos?

Marisa Peer, hipnoterapista transformacional reconhecida mundialmente, partilha conosco as 3 palavras poderosas que têm a capacidade de o desafiar, e terminar de vez com o sentimento de dúvida que tem sobre si mesmo.

Estas palavras transformaram verdadeiramente a vida de milhares de pessoas que participaram neste programa revolucionário da Mindvalley.

Quais são essas palavras? Eu Sou Suficiente

Se você procura transformar a falta de crença em si mesmo em auto-confiança pura, então participe nesta Masterclass Gratuitacom a terapeuta número 1 no Reino Unido, Marisa Peer, onde você irá:

✅ Participar em uma sessão de 20 minutos de Terapia Transformacional Rápida com a própria Marisa, desenhada para despertar a habilidade adormecida que o seu cérebro tem de reconhecer crenças limitantes negativas.

✅ Expandir a visão que você tem sobre si mesmo, pois Marisa irá explicar como você pode viver uma vida sem limites - uma vida em que pode alcançar sucesso, abundância e liberdade.

✅ Descobrir qual é o real fator para inverter - de uma vez por todas - qualquer área da sua vida em direção aos objetivos que muito ambiciona.
Para participar nesta Masterclass gratuita tem apenas que preencher o seguinte formulário:

test
Participe nesta sessão de Hipnoterapia gratuita com Marisa Peer, desenhada para transformar rapidamente o seu mindset em uma mente de super vencedor

Escolha uma data e hora para sintonizar a transmissão na sua hora local:

Artigos e tutoriais sobre Liés